Imagem da aplicação SIGARRA
This Page in English Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login, Atalhos. Autenticar-se Validar-se
SAN_ESE
Você está em: Início > Cursos > Licenciaturas > Educação Ambiental e Turismo de Natureza

Cursos

Educação Ambiental e Turismo de Natureza

Estado de Bolonha: Criado
Sigla: LEATN
Grau: Licenciatura
Início: 2016/2017
:
Imagem da aplicação SIGARRA

Características do Curso
Código de acesso: 3142/L130
Grau:Licenciatura - 1º Ciclo
Duração: 6 semestres
ECTS: 180

Publicação em Diário da República, 2.a série - N.o 117 - 21 de junho de 2016
CURSO ACREDITADO (24-05-2016) pela Agência Nacional de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES)

Folheto do Curso

- CONCURSO
  • A licenciatura em Educação Ambiental e Turismo de Natureza relaciona as ciências da educação com as ciências ambientais e o turismo de natureza.
    O curso organiza-se em 6 semestres que correspondem a 180 ECTS cujo funcionamento irá decorrer em regime diurno.
    Pretende formar profissionais com capacidade de interpretar o ambiente nas suas diversas dimensões (património geológico, biológico e humano), contribuindo para formar uma sociedade mais sustentável. Também visa desenvolver competências ao nível da preservação do ambiente e do usufruto dos espaços naturais para a prática do turismo de natureza (pedestrianismo, observação de aves, geoturismo e outras atividades desportivas e de lazer). Para além de uma forte componente educacional esta licenciatura também pretende fomentar o espírito empreendedor na criação de negócios relacionados com a educação ambiental e o turismo de natureza.

    Nota: Será organizado em função das Unidades Curriculares que serão lecionadas pela ESES, ESAS e ESDRM. No 1.º ano, as aulas decorrerão na ESES (alguns dias por semana) e na ESAS (restantes dias da semana). A distribuição semanal será feita de modo a que os primeiros dias se concentrem numa unidade orgânica e os restantes na outra UO permitindo aos estudantes uma melhor organização e envolvendo o mínimo de deslocações dando, no entanto, a possibilidade de usufruir das potencialidades e das instalações de cada escola.

  • Pretende-se que os diplomados com este ciclo de estudos desenvolvam a sua atividade profissional nas seguintes áreas:
    - educadores ambientais de instituições públicas ou privadas, capazes de promover ações de sensibilização ambiental e de apoio técnico à gestão dos recursos naturais (por exemplo ao nível da biodiversidade, gestão de resíduos, em museus de ciência viva, no poder central e local (câmaras municipais, administração pública, associações ambientais, etc).
    - guias ambientais em áreas protegidas ou zonas de interesse natural do domínio público ou do domínio privado.
    - colaboradores de empresas dedicadas ao ecoturismo ou com uma componente de ecoturismo.
    - empreendedores na constituição de empresas vocacionadas para o turismo da Natureza e desenvolvimento de atividades desportivas no meio natural.

    Assim, este ciclo de estudos tem por objetivo formar (Perfil Profissional):
    Profissionais que podem, de forma autónoma ou integrados numa equipa, desenvolver e implementar projetos de intervenção e promover atividades de prestação de serviço à comunidade na área da educação ambiental, do turismo de natureza e da prática desportiva no meio natural, tendo os conhecimentos necessários no domínio ambiental e turístico para contribuir a uma sociedade mais sustentável, crítica e participada. A sua intervenção tem como finalidade a preservação do património natural e cultural e o bem-estar do cidadão/turista.

  • Concurso: Nacional de Acesso ao Ensino Superior.
    Informação do curso na DGES
    Pré-requisitos: Não tem.

    Uma das seguintes Provas de Ingresso:
    02 Biologia e Geologia;
    09 Geografia;
    18 Português

    O processo e prazos de candidatura são definidos anualmente pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

    Nota: Para efeitos de candidatura ao Ensino Superior, a leitura desta informação não dispensa a consulta de toda a informação legal disponibilizada pela DGES (Direção Geral do Ensino Superior)